Como solicitar o visto americano: Parte 1

Passo a passo de como tirar o visto americano

2 1,542

Bom, com o começo do planejamento da sua viagem e com o passaporte em mãos (caso não tenha passaporte ainda, clique aqui e providencie o seu com nosso passo a passo), o segundo documento que você precisa é o visto.

 

O que é um visto?

É um documento emitido por um país dando à pessoa a permissão para entrar no país por um período de tempo determinado e com finalidades determinadas.
Por exemplo: Vai pra Disney a turismo? Saiba que seu visto americano tem que ser da classe B1/B2, que é o visto de “Turismo e Negócios”, que te permite ficar, no máximo, 06 meses no território dos EUA.

 

Explicado o que é um visto, vamos te ensinar a tirar o seu:

 

Primeiramente, você precisa ter um passaporte dentro da data de validade.
Acesse o site do Departamento de Estado dos Estados Unidos (https://ceac.state.gov/ceac/) e clique na opção “DS-160, Online Nonimmigrant Visa Application” (DS-160, Aplicação Online para Visto de Não-Imigrante).

 

Em seguida, você será direcionado a uma página com o título “Apply For a Nonimmigrant Visa” (aplicar para um visto de não imigrante), em que, do lado direito da tela, você terá a opção de selecionar o lugar no qual você deseja aplicar para o visto (“Select a location where you will be applying for this visa”) – no Brasil, temos 04 opções de cidades para tirar o seu visto, sendo elas: São Paulo, Brasília, Recife e Rio de Janeiro. Logo abaixo, digite o código mostrado na imagem e clique em “Start an Application” (comece uma aplicação).

 

Logo, você se encontrará em uma página com um código do seu processo, do lado direito e abaixo uma pergunta de segurança a sua escolha – IMPORTANTE: ANOTE ESTE CÓDIGO E SUA RESPOSTA PARA CASO VOCÊ PRECISE ACESSAR SUA APLICAÇÃO NOVAMENTE, POSTERIORMENTE.
DICA: a primeira pergunta de segurança que aparece na tela é “What is the given name of your mother’s mother?” (Qual o primeiro nome da mãe de sua mãe?) – digite o nome de sua avó materna e clique em “Continue”.

 

Deste ponto em diante o processo passa a ser “individualizado”. Como assim? Existem páginas a serem preenchidas que podem aparecer para uma pessoa mas não para outra.
DICA: Como o formulário está em inglês, ao colocar o ponteiro do mouse em cima da pergunta, aparece a tradução.

No começo da aplicação (nas sessões “PERSONAL” e “ADRESS AND PHONE”, os dados solicitados são os básicos:

  • Sobrenome
  • Nome
  • Nome completo no alfabeto nativo
  • Já usou outro nome (casado, religioso, profissional…)
  • Sexo
  • Data e local de nascimento
  • Nacionalidade
  • Se possui outra nacionalidade
  • “National Identification Number” (CPF)
  • Endereço residencial
  • Telefones
  • E-mail

 

IMPORTANTE: Sempre que você terminar de preencher uma página, clique no quadradinho “Next” para seguir para a próxima sessão. O site do consulado salva automaticamente suas respostas e, caso você fique inativo (sem preencher nada ou clicar em algo no site) ele será fechado automaticamente por questões de segurança. Caso isso ocorra, na primeira página existe um link escrito “Retrieve an application” e, clicando lá, é só digitar o número do seu DS-160, as 5 primeiras letras do seu sobrenome e seu ano de nascimento.

A quarta sessão a ser preenchida é sobre seu passaporte, sendo a primeira informação solicitada “Passport/Travel Document Type” (Passaporte/Tipo de documento de viagem), que, neste caso, o passaporte de capa azul comum se encaixa como “Regular”.

 

A próxima sessão diz respeito a seus planos de viagem. Como dito no exemplo do começo desse post, o tipo de visto para turista se encaixa na classe B1/B2, conforme demonstrado na imagem abaixo:

 

Na mesma página, a pergunta seguinte diz respeito a seus planos de viagem, logo, eles perguntarão quando você pretende chegar, quanto tempo pretende ficar, o voo de chegada e saída (caso sua resposta seja “sim”), o que pretende visitar e onde pretende ficar, bem como quem pagará por sua viagem.

As sessões seguintes podem sofrer algumas alterações de acordo com seus dados fornecidos, porém, em um apanhado geral, as perguntas são:

    • Tem outras pessoas viajando com você?
    • Se sim, você está viajando como parte de um grupo?
    • Você já visitou os EUA?
    • Se sim, quando foi a última vez?
    • Já teve um visto americano?
    • Se sim, qual o código em vermelho do seu visto, data de expedição e vencimento?
    • Já teve um visto negado?

A sessão referente a contatos nos Estados Unidos, diz respeito a quem você vai visitar, caso tenha uma pessoa específica. Se não houver, selecione o primeiro quadradinho de “Do Not Apply” (Não se aplica) e, logo abaixo, no “Organization Name” (nome da organização) preencha com os dados do seu local de estadia (nome do hotel). Feito isso, na seleção seguinte, selecione “Others” (outros), pois a pergunta é “Relationship to you” (relacionamento com você), e prossiga com os dados da sua estadia, tais quais: endereço, cidade, estado, ZIP code, telefone e e-mail (caso não tenha um e-mail de contato do hotel, selecione “Do not Apply”).

 

A próxima sessão diz respeito aos “Relatives”, ou seja, aos parentes. Você preenche os sobrenomes, nomes e data de nascimento, respectivamente, do seu pai e de sua mãe, e responde se tem algum outro parente residindo nos EUA.
DICA: selecione que não tem um parente nos EUA, pois a imigração pode pensar que sua intenção é vir para cá para ficar ilegal.

 

Seguindo para a próxima sessão, você terá que falar de seu trabalho ou sua faculdade (de acordo com a sua ocupação). Os dados pedidos da companhia ou faculdade, são: endereço, cidade, estado, CEP, telefone, país, seu salário (opcional) e uma breve descrição do que você faz/estuda.

 

Após o preenchimento desta parte, a próxima diz respeito a trabalhos anteriores ou escola onde fez outro curso ou colegial (high school) e as mesmas informações sobre o trabalho/estudo atual são solicitadas (pode não ter essa parte).

As perguntas da sessão seguinte são sobre você e suas experiências, como: você pertence a algum clã ou tribo? Quais idiomas você fala? Quais países você visitou nos últimos 05 anos? Já pertenceu ou contribuiu para alguma ONG? Tem algum treinamento especial, como armas de fogo, explosivos, nuclear, biológico ou experimentos químicos? Já serviu ao exercito? Já esteve envolvido com alguma unidade paramilitar, vigilante, grupo rebelde, guerrilhas ou organizações deste tipo?

A última sessão diz respeito a “Security and Background” (segurança e segundo plano), em que as perguntas são de suma importância para a segurança dos EUA e dos indivíduos que moram em seu território, tais como: se você tem alguma doença que possa colocar em risco a população, se você está ou já foi envolvido com terroristas, se já foi preso, se está envolvido com tráfico de pessoas, se você busca se envolver com sabotagem ou espionagem, entre outras desse mesmo tipo.

 

Por último, revise seus dados e, na última página, preencha os campos solicitados com o número do seu passaporte e o código da imagem.

 

Na pagina de confirmação que aparecerá em seguida, não esqueça de imprimir sua confirmação – você precisará dela para o dia de sua entrevista – e envie uma cópia de segurança para seu e-mail.

 

Para continuar, clique aqui.

você pode gostar também Mais do autor

2 Comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.