Guia de sobrevivência para Pandora – O mundo de Avatar

Conheça tudo sobre a nova área do Animal Kingdom

Você já pode ser transportado para Pandora – O mundo de Avatar, um lugar parecido com a Terra, mas único em suas diversas maneiras. Esse guia do Coisa de Orlando é para que você saiba tudo sobre essa nova área do Disney’s Animal Kingdom e faça uma viagem para esse novo mundo sabendo de informações para explorar ao máximo cada pedacinho dos 48 mil metros construídos especialmente para te receber.

Se você quiser começar bem sua expedição, nossa primeira recomendação é para que assista o filme Avatar (já viu? veja de novo!). É difícil explicar, mas tente imaginar aqueles cenários marcantes do filme ganhando vida pelas mãos dos Imagineers da Disney. Porém, caso não tenha tempo para assistir e você vai visitar em breve essa nova área, saiba que uma das principais mensagens é a aceitação de outras espécies e culturas, harmonia entre os povos e seres e a conservação da natureza.

É bem fácil achar a entrada para Pandora. Partindo da área principal do parque (em frente a Árvore da Vida), ao caminhar para esquerda, poderá ver a ponte que nos conecta ao mundo de Avatar.

Logo após a passagem você já encontra uma Flaska Reclinata, uma planta que libera fumaça quando estimulada. Primeira dica: não deixe de tirar uma foto com um dos fotógrafos do Photopass. Ali você também já começa a ver que a vegetação e os sons começam a mudar. Lembre-se que em Pandora o idioma local é o Na’Vi (você pode aprender algumas palavras neste post aqui: http://bit.ly/idioma-navi.)

Pandora é grande, mas não é gigante, porém a quantidade de detalhes é de impressionar. Aproveite todo o tempo possível, não é sempre que temos a chance de viajar a 4,4 anos luz da Terra e curtir a visão das lindas montanhas flutuantes e com quedas d’água. Na nossa primeira visita, nós ficamos 8 horas somente nessa área, analisando e reparando em tudo. Imagina se a gente não gostou do lugar.

Valley of Mo’Ara

No Vale de Mo’ara, que significa em Na’vi um lugar para se reunir, você encontra o Colors of Mo’ara, o quiosque que você pode pintar seu rosto e entrar no clima do povo Na’vi.

Logo ao lado, você encontra produtos de Avatar. Alguns deles interagem com as luzes bioluminescentes e caso você queira ver a mágica acontecer, continue lendo para chegar na parte em que falo da experiência de visitar Pandora durante a noite. Seguindo em frente, você encontra a primeira atração, a Na’vi River Journey.

Na’vi River Journey

É hora de de navegar pelos rios e conhecer um pouco mais da floresta bioluminescente. A bordo de um barco que comporta até 8 pessoas, você vai ter contato com plantas e animais exóticos. Ver o povo Na’vi em sua jornada e terminar encontrando a Shaman das canções. É tão perfeito que da a sensação de sentir ela respirando.

Essa atração é feita para a família toda. Fomos com o Pietro (5 anos) e o Brian (1 ano e meio). Não precisa ter medo nenhum, muito menos receio de subir no barco. Explore a floresta bioluminescente e principalmente (de novo), repare nos detalhes.

Entre uma atração e outra, tem algumas áreas que não podem deixar de ser visitadas. Pare na área dos Tambores. Ali você pode tocar os instrumentos e interagir com o som local. Inclusive de tempos em tempos acontecem alguns shows naquela parte. Um pouco mais para frente você vai encontrar as Saggitarias, animais que ao agitar os braços, soltam jatos de água como forma de tentar capturar seus alimentos.

Já que o nosso próximo ponto é a outra atração da land, não deixe de encontrar os fotográfos do Photopass que fazem a foto especial na qual tem um Banshee voando por Pandora, é imperdível e mais um dos motivos pela qual você precisa considerar comprar o Memory Maker.

Avatar Flight of Passage

A melhor atração de Orlando. Isso mesmo, a melhor. No começo tentei segurar a empolgação, mas depois de ir algumas vezes, humildemente, tenho convicção para dizer que considero ela a melhor. A brincadeira já começa na fila, onde você passa por uma caverna, depois caminha pela floresta, chega no laboratório (na qual você vê um Avatar em um tubo), até chegar nas câmaras de descontaminação e nas explicações para dar uma volta no Banshee, os animais voadores de Pandora.

Ao entrar na área do simulador, tem lugares para guardar seus pertences pessoais. A cadeira que você senta, parece uma “moto”. Ao se conectar com o Banshee, começa a atração mais imersiva que já experimentei. O mais impressionante é sentir a respiração do Banshee entre as pernas. Além disso tem água no rosto, cheiros diferentes, frio na barriga e muita emoção. É simplesmente demais!

IMPORTANTE: A altura mínima dessa atração é de 112 cm (44 inches).

Satu’li Canteen

Nós comemos alguns dos pratos e sobremesas do novo restaurante Satu’li Canteen e gostamos muito. A comida é saborosa e bem diferente daquelas que você está acostumado a encontrar nos parques, inclusive os lanches oferecidos. Esse restaurante também é um dos primeiros que tem a opção de pedir comida pelo aplicativo do My Disney Experience. Fizemos um outro post mostrando o passo a passo aqui: http://bit.ly/comida-app-mde.

Os pratos principais são servidos em um tigela e você pode escolher entre frango, carne, peixe e tofu. Em todos essas opções, você também escolhe qual é a base do prato como quinoa e salada de vegetais, mix de grãos e arroz, salada romana, batata doce ou inclusive se você não quer incluir nenhum acompanhamento. As opções de molho são Chimichurri, Vinagrete com feijão preto ou creme de ervas.

Os lanches como disse também são diferentes, umas “bolas” cozidas a vapor com o recheio dentro (queijo ou vegetais). Como diria Timão e Pumba: “viscoso, mas gostoso”.

Nos pratos para crianças, tem enroladinho de salsicha e quesadilla, além dos lanches cozidos.

Os refrigerantes são refis e isso é ótimo! Porém não deixe de experimentar o Pandoran Sunrise, um suco de frutas tropicais com Powerade de melão. No mundo de Avatar também é possível comprar bebidas alcoólicas.

Bom, não tem como não finalizar essa parte falando das sobremesas. Uma das opções é o Blueberry Cream Cheese Mousse que é um cheesecake de Blueberry com mousse de maracujá e o outro, o Chocolate Cake, um bolinho de chocolate com creme de banana de cobertura.

Pongu Pongu

Bem ao lado do restaurante temos o Pongu Pongu, um acampamento dedicado apenas para a venda de bebidas. Quer experimentar a especialidade local? Tome o Night Blossom, um drink (sem álcool) todo colorido e com bolinhas de maracujá que podem ser sugadas pelo canudinho e que estouram na boca. As crianças vão adorar (os adultos também, confesso). Ela é composta de limonada, maça e pêra do deserto. Dica: compre apenas uma, pois é grande e um pouco enjoativa.

No total são 4 bebidas oficiais de Pandora, além da Night Blossom, você tem a Mo’Ara Margarita (com álcool) que é feita de tequila, morango e blood orange. Também tem bolinhas, só que de morango. As cervejas são Mo’Ara High Country Ale (feita com caramelo) e Hawkes’ Grog Ale, a única cerveja verde da lua de Pandora.

Windtraders

Se você quer levar alguma lembrança dessa visita, esse é o lugar. A loja é a saída da atração Flight of Passage, mas também pode ser acessada facilmente, pois fica ao lado do restaurante. Por lá, você vai encontrar muitas variedades de camisetas, canecas, pelúcias, obras de arte e itens Disney personalizados, como uma MagicBand de Pandora, por exemplo. Também tem doces (maçãs e pirulitos), plantas locais, isso mesmo, plantas, pedras e uma infinidade de opções diferentes. O que você não pode deixar de ver é a parte dedicada a produtos que te transformar em um Avatar. As camisetas texturizadas vem com uma etiqueta dizendo que nenhuma estampa é igual a outra (como se fosse sua impressão digital). Tem agasalhos, bodies de bebê, até os rabos para imitar um Na’Vi. O destaque ficam com os cajados e os chinelos que tem luzes negras quando ativados e que você “acende” o chão de Pandora durante a noite.

Também é nessa loja que a experiência vai um pouco além e que você encontra a Banshee Hookery Experience e a Avatar Maker Experience. Como são duas coisas que merecem destaques, dividi em tópicos.

Banshee Hookery Experience

É aqui que você pode adotar um bebê Banshee. Lembra que no filme ele tem que te escolher? Aqui não é diferente, diversão garantida vendo as crianças escolhendo. São várias opções de cores e os animais são comandados por um controle. Ou seja, você consegue abrir a boca, virar o pescoço e fazer com que as asas sejam abertas, tudo isso com ele grudado no seu ombro. Você pode fazer a experiência sem precisar comprar, porém, caso opte pela compra, antes de levar o Banshee pra casa, é necessário fazer o juramento de que cuidará dele e dará toda a atenção necessária. O valor do brinquedo é de $49,90 + taxas. Dica: Gostou? Vai levar e não quer ele jogado pela casa? Compre o suporte para ele ficar apoiado e transforme em um ótimo souvenir ou lembrança dessa sua viagem.

Avatar Maker Experience

Essa experiência também fica dentro da loja Windtraders. Sentado em uma cadeira e na frente de um monitor, é possível mapear o seu rosto e fazer um boneco do Avatar de recordação com o seu DNA. Eu gostei muito, mas ainda não parei pra fazer, mas com certeza terei o meu. O processo como um todo demora quase 1 hora. São alguns minutos de mapeamento e depois o tempo de produção (que você pode ir fazer as coisas no parque e pegar depois). O boneco custa $79,00 + taxa. Nessa experiência, nenhum tipo de desconto é dado, pois como eles dizem por lá, não é possível dar desconto no seu DNA.

As luzes bioluminescentes

O que dizer de Pandora a noite? Difícil encontrar palavras para descrever. Além das luzes, todo o som ambiente também muda (algo que acontece durante todo o dia).

O clima fica mais tenso, porém muito mais bonito. As plantas começam a mostrar suas cores, as montanhas e o chão começam a ficar fluorescentes. Algo realmente de outro mundo, a Disney caprichou nos detalhes. Tudo que você visitou durante o dia, terá que ser visitado quando o sol se por. É nessa hora que também é legal ver como os produtos vendidos com luz roxa interagem com as tintas. O chinelo, cada vez que você pisa, ele vai destacando as cores no chão. Vi também algumas crianças brincando com o cajado e deixando vários pontinhos de luz. Sensacional! Tá bom vai, confesso de novo, eu também brinquei com o cajado, rs.

Considerações finais

Se você em algum momento pensou em desistir de visitar o Animal Kingdom, esqueça! Ele se tornou indispensável. Além de atrações como a Everest, os shows do Rei Leão e Procurando Nemo e alguns personagens que só é possível encontrar lá. Você também precisa incluir na sua programação os shows noturnos como o Rivers of Light e o despertar da Árvore da Vida com projeções lindas e fechar com essa experiência de visitar Pandora, lembrando que na minha opinião, é onde vai encontrar a melhor atração de Orlando.

Uma coisa a mais…

Há algum tempo, é febre nas redes sociais alguns muros que fazem parte do complexo da Disney. Tirar fotos nesses lugares virou uma mania e Pandora já tem a sua área também, apelidada de The Moss Wall, ela fica na região próxima da loja e do restaurante. As fotos ficam sensacionais, pois parece uma parede de musgos. Busque por #mosswall no Facebook e Instagram e divirta-se!

Oel ngati kameie no próximo post. Gostou das informações? Tem dúvidas? Faça seu comentário aqui no post.

você pode gostar também Mais do autor

4 Comentários

  1. Luciana Pedroza Diz

    Atiçou ainda mais minha vontade de conhecer Pandora. Obrigada pelo rico relato Diego. Amei as fotos!

  2. Ana Diz

    Curiosidade: o cheesecake de bluebery foi feito de maneira a lembrar o poster do filme Avatar e aos olhos dos Na’vi

  3. Sílvia Diz

    Adoreiii o relato.!!! Dicas muito legais e recheadas de detalhes!! Parabéns Diego!!!

  4. Michelle Cinelli Diz

    Vocês são sensacionais!! Amei, me apaixonei!! Não perco por nada… obrigadinhaaaa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.